Quando se prepara uma viagem existem duas hipóteses quanto ao alojamento: ou partimos sem nada marcado, ou reservamos antes de seguirmos viagem, com antecedência suficiente para encontrar bons preços. Se marcar pela Internet é quase sempre mais caro, também é verdade que partir sem um sítio onde ficar é um risco.

Por norma opto por reservar antes da viagem. Porém, em estadias longas, não raras vezes marco apenas as primeiras noites, concedendo-me a hipótese de mudar caso encontre um sítio mais simpático onde ficar. De qualquer das formas, a não ser que pretenda ficar num apartamento (caso em que opto pelo Airbnb), marco sempre o alojamento através do Booking.com.

(+) Dicas para planear uma viagem económica

Porque utilizo o Booking?

Já utilizei outras plataformas para marcar alojamento e, honestamente, o Booking revelou ser aquela com a oferta mais variada e completa – bem como a mais fiável. Já marquei dezenas de vezes através da plataforma, cancelei algumas das reservas e tudo correu sempre super bem, sem qualquer problema. Provavelmente não é a forma mais barata, mas é a que me deixa mais descansada – e de qualquer das formas nunca senti que estivesse a pagar muito acima do valor real do alojamento.

Assim, e porque quero que tenham todas as ferramentas para planearem as vossas próximas viagens, dou-vos todas as dicas para encontrarem o alojamento mais económico possível nesta plataforma.

Marcar alojamento pelo Booking – a categoria mais importante

A localização: Geralmente prefiro ficar no lugar mais central possível, de forma a não ter de gastar muito dinheiro em transportes e poder andar a pé para todo o lado. Portanto, a primeira coisa que faço depois de colocar o destino e as datas da estadia é ir aos Filtros > Distrito e escolho a opção “Centro da cidade” – também pode surgir como “Centro histórico”. Se souberem exactamente em que área da cidade pretendem ficar, então basta procurá-la na lista. Dentro das áreas centrais, a escolha recai no alojamento mais económico que esteja mais perto de supermercados e transportes. Porque para viajar de forma económica, tudo conta!

alojamento-economico-booking

Outros filtros importantes

Orçamento: Se é verdade que começo por escolher a localização, o passo imediatamente a seguir é assinalar a caixinha 0-50€ por noite no filtro do orçamento. Sem negociação possível! Se é para viajar mais, há que viajar de forma económica.

alojamento-economico-booking

Acesso wi-fi gratuito: Há determinadas comodidades que não dispenso em viagem, sendo a mais importante a existência de wi-fi. E acreditem que não tem nada de superficial: como nunca planeio demasiado as viagens, tenho sempre alguma necessidade de aceder à internet para pequenas pesquisas – seja para saber onde se localiza determinada coisa, pesquisar os horários de um museu ou inspirar-me em roteiros de outros viajantes. Se tiverem outras preferências, é nesta categoria que devem procurar.

alojamento-economico-booking

Cozinha: Para quem quer poupar dinheiro em viagem este é dos elementos mais importantes num alojamento, pois é o que vai permitir preparar refeições e não depender de sandes dias a fio. Não sei porquê, mas nem sempre encontro o filtro da cozinha na barra lateral. De qualquer das formas, ao seleccionar alojamentos e descer na página até encontrar a secção das “comodidades do alojamento”, havendo cozinha ela está sempre especificada.

alojamento-economico-booking

Pequeno-almoço incluído: Este é um dos filtros que tenho vindo a valorizar cada vez mais. Sou uma pessoa que demora muito (mesmo muuuiito) tempo a acordar a sério (que é como quem diz: pronta para enfrentar o mundo) após levantar-me. E se não tomar um excelente pequeno-almoço (a minha refeição favorita), há 50% de hipóteses do dia vir a correr mal. Portanto, a não ser que a diferença de valores para o alojamento sem pequeno-almoço seja substancialmente diferente, prefiro sempre esta opção. Menos uma refeição em que tenho de pensar e mais criatividade me sobra para fazer as restantes de forma mais económica.

alojamento-economico-booking

Porque o preço não é tudo

Se quando comecei a fazer reservas através do Booking apenas ligava ao preço, hoje em dia não consigo evitar ter em conta a pontuação. Depois de ter ficado em sítios com condições que ninguém merece (ao ponto de preferir dormir dentro do meu saco-cama a estar nos lençóis do sítio em questão, mesmo com um calor abrasador), não marco nada sem olhar para a pontuação e comentários. E sou exigente: o ideal é que seja de 8 para cima (e acreditem que há muitos sítios económicos com esta pontuação) e nunca menos de 7 – porque é abaixo disto que os problemas sérios começam. Também não dispenso ler os comentários, pois gosto de perceber do que é que as pessoas se queixam, de forma a avaliar se consigo viver com o ponto negativo em questão. Para lerem os comentários, basta clicarem na pontuação do alojamento que escolheram.

alojamento-economico-booking

alojamento-economico-booking

Para combater as indecisões

Se houverem muitas incertezas quanto ao sítio que estou a marcar (ou seja: se não tiver a certeza que pretendo aquela localização ou se acho que consigo encontrar algo melhor mais tarde, mas quero marcar para prevenir), então vou directa aos Filtros > “Cancelamento gratuito e mais” e assinalo todas as que me deixarem confortáveis.

Gosto particularmente quando encontro reservas em que não é necessário fornecer os dados do cartão de crédito e têm o cancelamento gratuito, mas já fico satisfeita quando se verifica só esta última opção. O pré-pagamento é algo que raros alojamentos pedem, sendo que por norma só se paga no sítio, ao chegar.

alojamento-economico-booking

E por fim…

Estes são os passos que sigo para encontrar alojamento barato no Booking. Claro que há um princípio inerente a tudo isto, que é o de reservar com antecedência. Diria que cerca de um mês antes (não mais do que isso, pela minha experiência) é mais do que suficiente para encontrarem muita e boa oferta. A não ser que pretendam ir em época alta – aí talvez seja melhor recuarem para os dois ou três meses de antecedência.

Faz aqui a tua reserva!

O Aonde (não) estou é afiliado do Booking.com, o que significa que, se fizeres a tua reserva através dos links e caixas de pesquisa que se encontram espalhados pelo blog, recebemos uma pequena comissão – e tu não gastas nem mais um cêntimo por isso. Para ti, tudo fica igual. Para mim, é uma extraordinária ajuda!

Qualquer questão que tenhas ou ajuda que precises, já sabes: deixa nos comentários ou envia-me um email e tentarei ajudar no que me for possível!

 

 
QUERES VIAJAR MAIS?
  Subscreve AQUI a newsletter do blog para receberes todos os conteúdos exclusivos, dicas e sugestões para viajares mais, gastando menos!