tailandia-roteiro

Se há um ano atrás me perguntassem se esperava publicar em 2018 um roteiro pela Tailândia, responderia que certamente não. A verdade é que quando comecei a pensar na minha primeira viagem pelo Sudeste Asiático (precisamente há cerca de um ano), imaginava-me a fazer o Vietname e o Cambodja – algo que podem comprovar na minha lista de 12 países a visitar nos próximos tempos, que escrevi no início de 2017. Por diversas razões, em Setembro acabámos por mudar de planos e escolher apenas um destino: a Tailândia.

Tínhamos apenas duas semanas para fazer esta viagem e sabíamos que não queríamos fazer um plano muito intenso. A opção passou então por conhecer menos lugares mas ter uma viagem calma, onde fosse possível apreciar todos os momentos. Depois de um avião com uma longa escala no Dubai, que nos permitiu conhecer um pouco da cidade (vejam aqui esse roteiro), partimos em direcção a Banguecoque para uma viagem de 14 dias.

Dia 1. Banguecoque – Krabi – Railay Beach

No primeiro dia na Tailândia chegámos a Banguecoque de manhã e, na mesma tarde, apanhámos um avião para Krabi. Não escondo: este dia não nos correu bem. A partida do Dubai atrasou mais de 3 horas e acabámos por perder o avião que tínhamos marcado para Krabi. Felizmente ainda havia lugares num outro horário e lá conseguimos chegar a Krabi no próprio dia. Do aeroporto de Krabi fomos de autocarro para o porto de Ao Nang e daí embarcámos num longtail boat para Railay Beach. Deixarei todos os detalhes de como chegar a Railay para um próximo post.

Dia 2 a 4. Railay Beach

Como precisávamos urgentemente de recarregar energias, pela primeira vez marcámos “férias de praia”. 2017 foi um ano agri-doce e as energias estavam muito em baixo, pelo que lá nos autorizámos alguns dias de descanso, sem grandes planos a não ser conhecer a pequena península de Railay, estar na praia e ler. Ainda que não esteja nada habituada a este tipo de férias, algo que fez com que no terceiro dia já estivesse sem saber o que fazer com tanto tempo livre, a verdade é que me soube pela vida!

Tailândia-praias

Dia 5. Koh Poda

Depois de alguns dias em Railay ficámos com vontade de conhecer mais um pouco da costa de Krabi. Apesar das várias opções de pacotes turísticos de um dia que passavam por ilhas próximas, incluíndo as Phi Phi, queríamos algo menos confuso e que nos deixasse mais à vontade. Então alugámos um longtail boat e fizemos um roteiro nosso: fomos até à ilha quase deserta de Koh Poda e fizemos snorkeling junto a Koh Gai (Chicken Island), experiências que jamais esquecerei.

Dia 6. Krabi – Chiang Mai

Este dia foi dedicado apenas à viagem até Chiang Mai, onde chegámos ao fim da tarde. Entre autocarros, avião e songathew, foram várias horas em transportes, recompensadas ao início da noite por deliciosa (e muito barata!) refeição num mercado de rua de Chiang Mai.

Dia 7 e 8. Chiang Mai

Estivemos dois dias completos em Chiang Mai, além de algumas horas nos dias de chegada e partida. Aqui vimos templos atrás de templos, caminhámos, experimentámos mercados, muita comida, conversámos com monges budistas e aprendemos sobre a religião e as suas tradições.

tailândia-monges-budistas

Dia 9. Chiang Mai – Banguecoque

Neste dia, além de uma manhã completa em Chiang Mai, viajámos até Banguecoque, a última paragem desta pequena viagem. Chegámos à capital ao final da tarde e, como coincidiu com a Véspera de Natal, tivemos tempo para pouco mais que umas chamadas para a família e jantar – o primeiro jantar de Natal longe de casa!

Dia 10 a 13. Banguecoque e arredores

Banguecoque, apesar de ser uma cidade completamente moderna e cosmopolita, conserva a história e a tradição em alguns dos seus cantos. Contrariamente a muitas capitais, aqui as pessoas não são diferentes do que encontrámos nos outros lugares da Tailândia: a simpatia é a característica que mais se destaca e há sempre um sorriso à nossa espera. Ficámos alojados na parte antiga da cidade e, além de um bate-e-volta a Ayuthaya, a capital do reino do Sião, foi na parte velha de Banguecoque que nos concentrámos nos poucos dias que estivemos pela capital da Tailândia.

Dia 14. Regresso a Portugal

No último dia na Tailândia ainda pudemos aproveitar Banguecoque, visto que o avião só saía ao fim da noite. Fizemos uma nova escala no Dubai, esta bem mais curta – tão curta que tivemos de correr pelo aeroporto do Dubai fora, entre um avião e o outro, ou não conseguiríamos embarcar. E chegámos a Portugal pelo meio-dia de 29 de Dezembro, com uma mão cheia de experiências para partilhar.

tailândia-bangkok-roteiro


QUERES VIAJAR MAIS?
  Subscreve AQUI a newsletter do blog para receberes todos os conteúdos exclusivos, dicas e sugestões para viajares mais, gastando menos!
 
 
PLANEIA AQUI A TUA PRÓXIMA VIAGEM !
Se encontraste no Aonde (não) estou a inspiração que precisavas ou dicas que te ajudaram a marcar a próxima viagem, então ajuda-nos também a crescer – é muito simples e não vais gastar um único cêntimo! Utilizando os links de afiliados espalhados pelo site para marcares a tua próxima viagem e vais estar a apoiar o blog sem gastar mais por isso. Para ti, tudo fica igual. Para o Aonde (não) estou, é um importante apoio. Faz a tua reserva pelo BOOKING – site que utilizo há anos e te garante o melhor preço possível -, ou pelo AIRBNB – e ganha 30€ para a tua primeira viagem.