Hoje escrevo sobre um maravilhoso jardim em Portugal, o Bacalhôa Buddha Eden, também conhecido como “Jardim da Paz”. Fica na Quinta dos Loridos (Bombarral) e consta que é o maior jardim oriental da Europa, com cerca de 35 hectares! Foi concebido pelo empresário e coleccionador de arte José Berardo em protesto contra a destruição dos Budas Gigantes do Bamiyan, no Afeganistão, em 2001.

A entrada paga-se, mas é um valor simbólico e o conteúdo do jardim é simplesmente fantástico!  Está pensado e cuidado ao pormenor, com vários ambientes diferentes que transmitem uma sensação de paz e tranquilidade como nenhum outro jardim que conheço.

 
 
O início do jardim é marcado por três grandes arcos, através dos quais somos conduzidos a um corredor rodeado por várias estátuas do Buda, representado de diversas formas. Todo o jardim está repleto de esculturas e estátuas, inclusivamente uma reprodução do lendário exército do imperador Qin Shi Huangdi, primeiro imperador da China – mais conhecido como o “exército de terracota“. No Buddha Eden são 700 soldados, todos pintados à mão. Aconselho vivamente a que dêem a volta a todo o lago central, onde podem entrar no pagode, observar as carpas KOI e ter uma vista panorâmica sobre parte do jardim.
 
 
 
 

Visitei o jardim em 2013, a caminho de Óbidos. Levei talvez umas três horas a ver tudo e fiz o percurso muito calmamente, a tirar fotografias a cada passo que dava. Aliás, posso jurar que tenho quase tantas fotografias deste sítio como de Óbidos – tal era o entusiasmo. Raras vezes temos oportunidade de ter contacto com a cultura do leste da Ásia e este jardim proporciona isso mesmo.
A minha zona favorita é a que está representada na próxima fotografia, onde nos podíamos sentar junto às estátuas, parar para relaxar e aproveitar o ambiente. Mas a zona central do jardim, com uma enorme escadaria rodeada de vários budas dourados (com ar muito simpático) é sem dúvida a mais majestosa.  

 
 

Questões práticas

Onde comer no Buddha Eden

Não é possível fazer piqueniques no interior do jardim, mas existe um parque de merendas a menos de dois minutos, no Santuário do Bom Jesus do Carvalhal (há também um café à entrada do Buddha Eden). Para os apreciadores de vinhos, a Bacalhôa tem à saída uma loja onde podem comprar todas as marcas ligadas à empresa. As informações essenciais estão todas AQUI
 

Como circular no Buddha Eden

Apesar de haver um comboio que percorre todo o jardim, recomendo mesmo que o façam a pé pois não é cansativo e têm oportunidade de apreciar tudo ao vosso ritmo.
 

Como chegar?

 Na A8, sair na saída 8 (Carvalhal/Delgada). Virar à esquerda na saída (para quem vem de Norte ou de Sul) e sair na segunda saída da rotunda. A partir daí, seguir as indicações que referem o Buddha Eden.

 

 
PLANEIA AQUI A TUA PRÓXIMA VIAGEM !

  Vais viajar? Se fizeres as tuas reservas através dos links dos posts aqui no blog vais contribuir para o crescimento do Aonde (não) estou, sem gastares nem mais um cêntimo por isso. Faz a tua reserva pelo BOOKING – site que utilizo há anos e te garante o melhor preço possível -, ou pelo AIRBNB – e ganha 30€ para a tua primeira viagem.