Recordam-se de vos ter falado de Quintandona, uma maravilhosa aldeia de xisto a apenas meia hora do Porto? Pois bem, o post que vos trago hoje é uma curta continuação desse, apenas para vos mostrar uma das fantásticas descobertas que fiz por lá – a Casa da Viúva.
 
Já tinha lido sobre este winebar, mas nunca me tinha apercebido do quão bonito realmente é até o conhecer. Como fomos em família levámos um belo piquenique atrás, mas ainda assim resolvemos passar pela Casa da Viúva para uns cafés e refrescos. Mal entrei fiquei deslumbrada: um espaço verde incrível, decorado com imenso bom gosto e um ambiente fantástico, bem calmo, a condizer com a aldeia que o acolhe.
 
No winebar Casa da Viúva, para além de uma imensa selecção de vinhos, podem encontrar-se vários petiscos bem à portuguesa, com um aspecto divinal, que me fizeram jurar que voltaria apenas para os experimentar. Além do mais, todo o ambiente é convidativo, de tão bonito que é. A casa foi recuperada mantendo o que era original. Cá fora, no jardim – a minha parte favorita -, a decoração está repleta de cores e relembra uma casa de família, recheada de memórias. Lá dentro, a decoração moderna contrasta com as paredes de xisto e as vigas de madeira. E claro que não resisti em fotografar todos os cantos da casa.
 
E como se esta descoberta já não fosse maravilhosa o suficiente, enquanto explorava o jardim junto à Casa da Viúva deparei-me com a entrada para um outro espaço, que reproduzia o ambiente de uma antiga casa de campo. Bastaram uns segundos para um senhor simpático me abordar explicando que aquela era a Vizinha da Viúva, onde alugam casas decoradas à antiga, proporcionando toda a experiência do campo.
 
Quintandona foi recuperada e está a ganhar uma dinâmica fantástica, tirando proveito da sua localização e beleza. Apenas a meia hora do Porto, volto a dizer que é um sítio que têm de conhecer – e se o conseguirem fazer durante a Festa do Caldo (informações AQUI), tanto melhor!
 
Vejam as fotografias:
 

 


 

Questões práticas

Como chegar? 

De carro: seguir pela A4 no sentido Vila Real e sair na saída 9. Seguir as indicações para Recarei (N15) e depois para a Sobreira (N319) e, por fim, seguir as indicações da Rota do Românico. Rapidamente se encontra a indicação para Quintandona.
 
De comboio: na estação de São Bento, apanhar o comboio urbano em direcção a Recarei/Sobreda. Da estação são cerca de 4km até à aldeia, que podem fazer a pé ou de táxi.
 

 

Se gostaste, segue o blog pelo Facebook e pelo Instagram para estares a par de todas as novidades!

 

 
 
 
 
PLANEIA AQUI A TUA PRÓXIMA VIAGEM !

  Vais viajar? Se fizeres as tuas reservas através dos links dos posts aqui no blog vais contribuir para o crescimento do Aonde (não) estou, sem gastares nem mais um cêntimo por isso. Faz a tua reserva pelo BOOKING – site que utilizo há anos e te garante o melhor preço possível -, ou pelo AIRBNB – e ganha 30€ para a tua primeira viagem.